• Cria Propaganda

Viva de verdade

A pergunta a seguir pode parecer forte mas, não é nada pessoal, é apenas um convite à reflexão: você se considera uma pessoa falsa ou mentirosa?



Bem, acho que ninguém se intitularia dessa maneira. Porém, se parar para pensar, quase sempre começamos o dia com uma grande mentira.


Não há quem duvide que o mundo mudou muito nos últimos 50 anos. De pacatos bairros onde as crianças jogavam bola descalças nas ruas de terra para um mundo de concreto onde, no lugar do convívio humano, os filhos já nascem escravizados por tablets e smartphones.


Tudo isso tem um preço e a moeda mais utilizada nesse contexto é o estresse. Com vidas cada vez mais agitadas, tornou-se comum que a liberdade de escolha, bem como a verdade, escorram, mesmo que involuntariamente, pelos nossos dedos, tornando-nos frios e vazios em muitos aspectos.


Pensando bem, qual foi a última vez que você disse “BOM DIA”, mesmo para um ente muito amado, emanando energias positivas e com o desejo real de que ele realmente o tenha?


O “bom dia” tornou-se um substituto trivial para um “OI”. O mesmo ocorre com tantas outras palavras que deveriam ser condutoras de boas vibrações. Assim, diariamente desferimos pequenas e despretensiosas, mas irrevogáveis, mentiras.


Faça uma experiência. A partir de amanhã, quando for cumprimentar o seu cônjuge, pai, mãe ou filho, substitua o tradicional e sem valor “bom dia” por uma verdade. Pergunte como foi a noite. Se interesse verdadeiramente pelo bem-estar do próximo e finalize com uma saudação sincera, direta do seu coração.


Fuja dos rótulos sociais. Procure cada dia mais viver de verdade. Não é fácil. Leva tempo para se acostumar. Mas, ao final, perceberá que essas trocas de vivência têm muito valor.


Bora começar?

6 visualizações0 comentário